segunda-feira, 2 de abril de 2018

Hoje é dia de esperança.





Hoje é dia de esperança.
Esperança das boas, esperança feita de fé.
No caminho ainda estão muitos desgarrados, perdidos como ovelhas sem pastor.
Desesperançados sem entender quem poderá agora, limpar suas chagas,
sarar suas feridas, confortar sua alma.
No caminho de Emaús, os discípulos sentiam-se sós, sentiam-se sem esperança, afinal, o Mestre havia morrido naquela cruz. 
Ele havia falado sobre isso, sobre o templo derrubado que se ergueria em três dias,  falava por parábolas, com ensinamentos constantes sobre sua morte e ressurreição. 
Mas naquele momento estavam todos os discípulos atordoados, entristecidos pela aparente perda do Mestre Jesus.
'O que é que vos preocupa tanto?'  Perguntou Jesus.
Pra vocês é tão difícil crer no que os profetas escreveram nas escrituras? Lucas 24
Não há dúvidas de que o Senhor ressuscitou! Apareceu a Pedro, e aos discípulos de Emaús, enquanto seguiam pela estrada.
Todas essas coisas haviam sido ditas, sabiam o quanto Cristo sofreria antes de entrar na sua glória, mas a tristeza os impedia de ver, de acreditar.
Não permita que as dores, a tristeza e os traumas dessa vida atrapalhem sua fé, essas coisas não impedirão que se cumpram as promessas.
Nada impedirá!
Jesus ressuscitou, caminha conosco todo o tempo, muito embora as lágrimas, os problemas nos impeçam de vê-lo de senti-lo .
Que os nossos olhos o reconheçam em nossa vida, que nossa alma sinta a sua presença sempre, e que sejamos renovados a cada manhã pelo seu Santo Espírito, até que Ele volte.
Que essa seja em nós a melhor das esperanças.
Ele vive!
Aleluia! Ele voltará!

Um olhar.

Angela era só doçura no olhar. Ao menos uma vez por semana passava em minha frente ali no balcão, comprava pão, dizia  coisas boas, ou e...