quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

CORAÇÃO CRISTÃO!

"Dai-me um coração cheio de amor para que eu possa ser Cristão,
Que da minha boca só saia as palavras lindas que falas ao meu coração, que o meu sorriso seja sempre sincero, e que de min'alma exale um perfume suave, o perfume que vem de Ti."


Sem amor não existe oração linda, poderosa, 
Não existe salvação, não existe missão,
Não existe lugar reservado pra ninguém em lugar algum, muito menos no céu, 
Se não tiver amor, não existe orador cheio de poder,
Não existem heróis, nem batalhas para vencer, 
Não existe o ser "eu", se não existir o ser "você"!
Somos seres feitos para viver em igualdade,
É de Deus essa vontade! 
E o que importa se nascem  joios no meio dos trigos?
Na verdade isso não é com você nem comigo, é com o Senhor da colheita,
E se Ele quer que assim seja, a gente aceita.
Mas sem amor não pode haver união, 
Não pode haver  felicidade, não há salvação!  
Sem amor esperar por Ele é inútil,
É  bobagem, bazófia, mera ilusão.
Sem amor, se fazem discussões do certo ou errado,
Mas falam só por falar, como sinos que tocam à meia noite só para fazer barulho.
Se acham no direito de julgar quem está ao seu lado,
Se acham sábios conhecedores da Palavra,
Então devem lembrar que um dia também serão julgados, 
E porque discutem, se nas discussões infames todos estão errados? 
Tolos, loucos, alucinados, já perderam a razão!
Quem não ama, quem se acha o melhor, o maior,
Não é nada! E nada adianta sem amor, 
Tudo é um imenso vazio! 
Sem amor, todo o trabalho que fazem é vão,
Na colheita não terão frutos saudáveis,
As noites em claro não farão sentido, 
E o fardo que deveria ser leve,
Será um sacrifício pesado demais.
Mas quem foi amado e aceito quando não merecia,
Quem vivencia intimamente o verdadeiro amor,  
Sabe sua tradução real, e se entrega confiante,
Não sonega amor,  vive dEle e pra Ele.
Não falo de um amor piegas ou um amor imposto, feito só de palavras,
Falo do amor feito missão, um amor que constrói
Um amor que se doa, um amor que  respeita ao próximo, ao irmão,
Um amor que não sabe fingir, nem trapassear,
Um amor que não maltrata, não magoa,  
Um amor que não expõe a quem ama, que não difama.
Um amor tão grande, como só pode ser O Verdadeiro Amor! 
Essa chama que arde dentro dos corações dos que desejam amar ao próximo como a si mesmo,
Esse amor, que em gotas de óleo precioso sobre a sua cabeça te faz proclamar ao mundo,
Ah! Como é bom!  E quão suave é esse amor!


Di Vieira

NO CAMINHO: O FAZENDEIRO E O MILHO


Coloquei nessa postagem o link para essa publicação de No Caminho porque gostei da mensagem e quis partilha-la. Esse Blog e suas mensagens certamente estão bem propagados, mas pensei: "E se alguem acessar esse Blog aqui, e por ventura não conheça o No Caminho?" Então... eis aí, dê uma olhadinha lá, é só clicar no tema com o link acima, tenho certeza que você sairá de lá um pouco mais edificado. Um abraço!

"O semear e compartilhar as melhores sementes, nos ajuda a sempre cultivar e usufruir dos melhores frutos!"

"Os pássaros semeiam, mas talvez não colham os frutos que plantaram, e nunca recebam por isso gratidão,  mas o seu benefício perante Deus, nunca será em vão!" Di Vieira


domingo, 16 de janeiro de 2011

Jamily - Conquistando o Impossível!!! ( Ou o que parece impossível!)



Uma pessôa muito abençoada, me mandou uma mensagem dia desses falando sobre os dons que Deus deu a cada um de nós, a mim, a você, a essa pessoa bendita,
Deus é um Pai justo e mui bondoso, estendeu as mãos e distribuiu os dons maravilhosos que nelas estão, digo estão porque são multiplicáveis, são infinitos, e a cada um Ele dá segundo a sua sábia vontade.
Os seus estão aí, muita das vezes camuflados sob um manto de inferioridade, subjugado a comparações desiguais e sem propósito, com medo do julgamento das pessoas, ou quem sabe até dos seus próprios julgamentos tímidos. Sejam lá quais forem os seus dons, Deus quer que você os tire da escuridão e os ponha à luz dos candeeiros. Seja um vencedor sobre os medos e as dúvidas, seja um campeão vencendo seus próprios temores,  faça brilhar os dons que Deus te deu!

Di Vieira

sábado, 15 de janeiro de 2011

A HISTÓRIA DE LUÍZA!


LUÍZA sempre ouviu falar das histórias dos parentes distantes, 
Dos dias de torturas no cativeiro,
E às vezes ficava lembrando dos cantos tristes, 
Das barbaridades no navio negreiro, 
LUÍZA diz que não desiste, quer ver sua história contada inteira
Mas não passa mais às noites em lamentos tristes,
Como seu povo fez a vida inteira,
Á noite faz seus shows na Lapa, 
Ali onde se tem muita história pra contar
LUÍZA canta e joga capoeira, diz que é besteira viver triste, chorar, 
LUÍZA debaixo da sua pele negra, e dentro daqueles olhos verdes e tímidos,
Gosta de estar com os amigos, contar histórias, rir delas,
O bom é que sempre aprende mais do que esperava, ou quis,
Sabe que agora está chegando a hora de seu plano dar certo 
Dessa vez procurou se informar 
Fez até um teatrinho popular! 
LUÍZA faz história na UFRJ, Faz o que pode pra crescer, 
E é assim que vai contar sua história! 
LUÍZA se capacita, estuda de verdade! 
Porque fará uma nova história, 
E é essa história que LUÍZA quer contar!

Di Vieira.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

NÃO TENHO OUTRO BEM ALÉM DE TI!



Qual outro bem posso achar que faça minha alma transbordar de alegria e agradecimento em saber que sendo eu o que sou cheia de coisas para serem reparadas, mesmo assim sou muito amada por Ele. Qual outro bem eu e você poderíamos querer senão alguem que nos ame como e do jeitinho que somos? Qual outro bem posso querer além de ti Senhor? Senhor meu Deus, Tu és o maior desejo da minha alma! Tu és o meu bem maior, sem teu amor eu não sou nada, nem nada quero ser sem Ti!

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

NEM UM FIO DE CABELO!

Sentimos como se fosse nossa ( se assim posso dizer) a dor que estão sentindo os  familiares que perderam seus anti queridos nessa avalanche de acontecimentos que culminaram em destruir pelas aguas das chuvas suas casas, suas esperanças, e o que é pior,  as vida dos seus queridos!
Sabemos todos que cremos em Deus que não cairá nenhum cabelo de nossa cabeça sem que Ele permita, e aí inevitavelmente virá a pergunta que provém da dúvida que me parece até humana: Porque Deus permite que isso aconteça?
Não há explicação que nesse momento seja aceitável pois estamos todos com a ferida aberta, ferida que dói em todos nós brasileiros pois somos uma só nação apesar de diferentes classe sociais, diferentes cor de pele, religiões diferentes, mas o que percebo nas pessoas com quem converso é um sentimento igual, solidário, percebo que nas horas que importam realmente,  somos uma só nação, uma só raça, a raça humana, que nesse momento sofre por essa situação triste, que nos abate e que é muito difícil de entender.
Entendemos que morrer faz parte do viver e sabemos que nessa vida é o que temos como mais certo, e  é aqui que se encaixa o fio de cabelo, a permissão de Deus, O Pai que nos dá livre arbítrio.
Entre esse livre arbítrio caminhamos tomando decisões que de alguma forma podem ser prejudiciais a alguem.
Ah! quem dera se esse alguem fôssemos só nos mesmo!
Nesse caso só os políticos que deveriam cuidar dessas questões de encostas e moradias, estariam sofrendo essa dor, essa humilhação de não ter para onde ir e como recomeçar, de ter que enterrar seus mortos ainda sem entender tudo o que aconteceu!
Dói em mim, e acredito que em você também, afinal somos solidários,  somos todos seres humanos, somos todos irmãos!
Mas fico indignada sim!
Não com Deus, Ele tem seus planos para consolar os que nesse momento precisam tanto dEle, com certeza não os desamparará,
Mas fico indignada com as autoridades que usam mal o seu livre arbítrio, podendo prevenir tragédias como essas  e não o fazem!
Querem é colocar tudo na conta de Deus, tudo o que eles podem e deveriam fazer.
Cada um quer "limpar" sua "barra"  fazendo entre si um repugnante jogo de empurra empurra, que convenhamos, é simplesmente  vergonhoso!

Di Vieira.

domingo, 9 de janeiro de 2011

TIRANDO O MEU FÔLEGO





Existem pessoas maravilhosas que compartilham coisas maravilhosas com quem tem a sensibilidade de admira-las. Amo flores, mas amo muito mais o  carinho de quem as oferece. Mas ao criador e sua obra ultra bem feitas sejam dados os aplausos, eles são por mim admirados, embora, as vezes me pergunto, quem sou eu para postar minha singela opinião sobre fotos bem feitas ou não, sobre flores, sobre jardins? Sou eu apenas uma admiradora do belo, das coisas que enfeitam a vida!
Direito se dá a quem tem! Isso eu não discuto até porque eu concordo. Só sinto se não dei a devida exaltação a quem de direito, ou se não segui os caminhos corretos que se deve, e se foi assim, foi por pura ignorância, afinal eu confesso que não sei as regras todas, embora goste de segui-las.
"Mas se assim foi, assim, se faça!
Tô aqui pra de tudo achar graça e ser feliz
Tô aqui de boa, feliz por existir,
Tô aqui de amigo, e talvez não precise,
Mas se precisar( quem penso que sou!) pode contar comigo!

sábado, 8 de janeiro de 2011

AI DE NÓS!

Ai de nós ansiosas almas desmemoriadas que deixamos sair de nossa estima a infância, por pura ganância ou por nos ter esquecido das alegrias dos bem vividos dias de adolescentes.
Damos lugar à parecença, a sindrome do "O errado é que está certo", e mesmo estando perto o bulevar dos nossos sonhos, esquecemos de sorrir.
Queria voltar ali onde o ser risonho é uma criança com vontade de brincar; Quase um ser selvagem, que fala bobagem e de misto quente se entucha,
E lambuzado de goma de amendoim, se equilibra em um selim, lambendo puxa-puxa.
Gostava de ver a rosa dos ventos desejando seguir os rumos apontados, acho que não me acostumo a não ser mais assim, só aceito.
Mas às vezes quase me esqueço da menina batuta do começo, e penso em retroagir no tempo, reamanhecer, me olhar no espelho e dizer: Voltei!
Recuperar as alegrias preciosas envoltas em sorrisos adolescentes brincando no quintal de casa saboreando cada minuto de felicidade que existia.
Ai de nós que via de regra nos descuidamos de voltar as primícias, a formosura da boa adolescência, e da travessa infância. 
O tempo urge, tudo passa rápido, a vida é uma loucura, se não voltarmos um pouco no tempo nem que seja em pensamento,
Habitará em nosso peito uma secura, uma falta de não sei o quê!
Talvez a falta do amanhecer rústico na casa da minha vó Edith, que tinha sempre uma xícara de chocolate quente perfumando o ar!
Lembro me do seu cheirinho de alfazema, das suas mãos a me fazerem carinho; É bom lembrar!
Sobretudo quando somos induzidos a esquecer os valores básicos que acarinham nossas almas, por serem tidos como TOLOS, INFANTIS, NÃO ANTENADOS! Caramba!!! Eu quero lá saber disso? Quero é ser feliz!
Como esquecer essas coisas que nos fizeram tão bem!
Ai de nós almas sem lembranças, almas ansiosas, antes almas de crianças fabulosas, tão queridas;
Hoje vilipendiadas pela vida, são almas amargas, desconfiadas, almas sem adolescência, sem infância, almas infelizes!


Di Vieira

Marquinhos Gomes - Uma Coisa Nova - ( CD Ele Não Desiste de Você - 2010 )


QUE DEUS ABENÇOE GRANDEMENTE OS QUE LEVAM AS BOAS NOVAS CANTANDO!

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

A ROSA LIBERDADE DE SER!

Fico feliz em ver que cada vez mais mulheres estejam ocupando os lugares que realmente lhes são de direito e onde podem mostrar o quanto são atuantes e competentes. Elegemos o ano passado uma Presidente da República, que esse ano tomou posse e espero ansiosa ( apesar de todos os meandros ardilosos da política ) que daqui a  quatro anos nos sintamos orgulhosas por ela, independente de partidos políticos, opções, crenças, porque o nosso partido de verdade é o BR.com, nossas opções preferidas são: Liberdade sem violência, Um bom salário para que o nosso povo que são guerreiros e acredita, viva com decência, Sem violência, sem medo de ir e vir. Queremos uma atenção com vontade de realmente consertar todo o complexo setor da saúde que nos enche de vergonha e que humilha quem dele precisa, e que todas aquelas coisas que estamos cansados de ouvir falar sobre desfalques na previdência ou em outros lugares, façam parte de um triste e vergonhoso passado. Não faço fantasia quando desejo que isso tudo acabe, sei de verdade que esses problemas não vão acabar totalmente, não, não vão! Não vão porque o mal e o bem fazem parte do nosso ser, o ser humano, o ser desumano, o ser ambicioso, ardiloso, consumista,  egocêntrico, o ser que faz da aparência sua alma, do ter mais, sua medida, um ser que faz da grife o seu cartão de visita, e o pior é que alguns de nós infelizmente aceita e convida para que também esse hábito faça parte de nossas vidas, do nosso dia-a-dia. Mas nem sei porque teci meus pensamentos por esses caminhos,  se na verdade hoje o que eu quero mesmo é falar sobre nós mulheres que nós liberamos para sermos vencedoras fora do âmbito do lar, longe do lavar e passar roupas, longe da quentura do fogão, dos brinquedos espalhados pelo chão...Ops! Me desculpem! Não nos livramos disso não, nós acumulamos as funções casa, trabalho! Mas não importa, ainda assim cantamos vitória, pois quem pode divide as funções da casa com outras mulheres que também se dispuseram a trabalhar, a maioria delas por necessidade, por serem ar rimo de família, pelo desemprego do marido, ou mesmo pela falta dele. As história são inúmeras e com contextos diferentes, mas o fato é que mulheres corajosas mostram afinal e cada vez mais que podem fazer tudo que quiserem! Podemos comandar uma tropa policial numa festa de ano novo com milhares de pessoas de todo tipo e lugares , ser presidente de grandes empresas, ser elegantes sendo pedreiras, eficientes como caminhoneiras, ser líder de uma Nação, ser Presidente do Brasil! Mas infelizmente isso se enquadra também nas coisas que são ilegais, imorais etc...
Desejo por hoje apenas lembrar a todas as mulheres que se libertaram das piadinhas bobas de salão, ousaram ser parceiras dos seus homens nas despesas da casa gerenciando bem os gastos, motivando quando estão desanimados, dando ideias geniais para sair do sufoco, administrando os negócios da família; Que se libertem também do julgo de alguns maridos que não são parceiros, que vivem usando a força para se impor, vivem ofendendo e menosprezando querendo desvalorizar seus esforços, suas qualidades, por puro ciúme ou medo de que você agora sabendo do poder que tem e que na real você pode tudo, bata suas asas em um voo solo num céu em berço esplêndido, azul com raios dourados e reflexos lilases, um voo prazeroso como os sonhos que se realizam o são! Estando liberta para ser o que quiser seja o melhor que puder e a cada dia você vai poder mais! E não se deixe humilhar por ninguém, muito menos por aquele que em algum momento você escolheu para ser seu amor, seu parceiro e amigo para o que der e vier, porque o que vale para nós tanta conquista se não conquistarmos em nosso próprio lar o reconhecimento do valor e o respeito  que merecemos? Se fingirem não ver peça que abram os olhos para que vejam  que você já descobriu, que é poderosa! Ah! busque também ter alguns momentos só seus, os seus momentos de prazer fazendo o que você gosta, uma genuína guerreira, merece isso e muito mais! Beijos! É nós!
Di Vieira

Marcas invisíveis.

Ninguém deveria apanhar! Muito menos apanhar da vida. Mas é na dificuldade que se aprende, é solucionando os problemas aparentemente ...