A GRAÇA




Passe pela porta,
No batente o sinal que protege,
É sangue puro inocente.
Espere paciente o momento
Esteja pronto, vestido, calçado
Sairás pela porta, seguiras o caminho
Jerusalém é logo ali!
Não murmures, não seja blasfemo
Pegue só o que precisar,
Caminhe rumo ao mar,  liberto da escravidão
Das coisas que já não são tuas,
Minhas leis, sua leis, sua felicidade, minha alegria
E enquanto caminhar sorria, cante louvores
Viva os seus amores, plante suas sementes!
Gente amada, minha gente!
Homens de fé que se banham na nascente
Do rio de águas vivas que faz renascer,
Que a alegria da salvação invada teu coração
E transborde esse seu jeito de ser,
Vivam a alegria de ser filho do Altíssimo,
Nação eleita, povo da promessa
Escolhidos para celebrar para sempre,
A alegria de viver na graça, 
Da graça ser e nela para sempre 
Permanecer!



Di Vieira

Comentários

Postagens mais visitadas