CHORANDO POR DENTRO!

Ontem ouvi a nossa Presidente (a) eleita em entrevista a um repórter e sendo perguntada pela emoção sentida nos momentos após a notificação de sua vitória, dizer que se emocionou muitas vezes, e em outras chorou um pouco, mas chorou muito mais por dentro, disse tambem que em casa ( em seu lar) finalmente chorou inteira!!! Acho que a vida nos ensina algumas coisas, que às vezes são tão cruéis que nos deixam um pouco receosos em demonstrar sentimentos em público, e talves por isso comentem e a pintem, como uma uma mulher durona, e talves seja mesmo em algumas situações. Fiquei pensando nas torturas sofridas por ela naquela prisão no calabouço onde agressões impensadas eram liberandas, e minhas lembranças que nesse caso são sem imagens, se misturaram com os filmes de exércitos terroristas do cinema, cheios de crueldades, sem leis, onde humilhações físicas e morais são permitidas e ou "aconselhadas". Fico pensando que de certa forma ainda tentam  medir nossa emoção, controlar nossos pensamentos, limitar nossos passos, por preconceitos de várias formas, mas a diferença dos dias da repressão da presidente Dilma e hoje, é que temos mais chace e mais opções  para botar a boca no mundo e dizer " Eu sou livre para pensar e lutar por um Brasil mais justo, sem preconceito de nenhuma espécie, sem temor de ser diferente, sem vergonha de chorar quando o coraçao estiver cheio de alegria, tristeza, ou da emoção por ter vencido uma parada qualquer, chorar por fora e por dentro, chorar por ser sensível, humano, Chorar de rir, chorar quando quiser, quando der na telha!

Comentários

Postagens mais visitadas