É SÓ TRABALHO!



Em uma conversa informal essa semana ouvi mais uma vez o jargão " é só trabalho!" como uma aparente justificativa para algumas atitudes que "  julgamos "e "condenamos" nos outros como completamente erradas. Então meus pensamentos fizeram um retrocesso trazendo de volta lembranças de uma pessoa querida. Sim, mesmo sendo pessoas queridas me dou o direito de não concordar com algumas opiniões e ou jeito de viver a vida, assim como muitos discordam de mim por vários motivos,! A pessoa de quem me lembrei, era uma bela negra, alta e esguia, bonita mesmo! E apesar do olhar severo, tinha um coração amoroso por demais, pelo menos para mim. Assim eu sempre a vi, e sempre me recordarei dela desse jeito. Só que nessa conversa informal a poucos dias, com uma pessoa que conheço a algum tempo, me fez lembrar do lado da história dessa minha conhecida, que eu acho muito discutível! Que é o fato de justificar uma coisa que achavamos errado, com o furado disfarce do " é só trabalho! "E o pior disso tudo é que quase sempre engolimos isso, ou fingimos que concordamos, sorrindo ou balançando a cabeça em sinal de aprovação!
Na minha adolecência, alguem me contou ( o motivo não me lembro, mas não foi uma simples fofoca!) que o" trabalho " que essa minha querida fazia à noite não era lá muito convencional ou dirão os acusadores de plantão que era uma profissão não muito santa!
Achei estranho porque como já disse, ela era muito severa com o comportamento da filha, e durante o dia tinha umas regras de vida bem comportada, contas pagas em dia, respeito aos vizinhos, tanto é que ninguem sabia dessa sua vida paralela, mas era o lance do "Faça o que eu digo, não faça o que eu faço! " que discuto e não me conformo, ( apesar de que essa revelação não mudou o meu carinho por ela nem um pouco! ) Mas o que me disseram em seguida como se fosse justificável, me fez e faz pensar nas coisas que dizemos e repetimos tantas vezes ( Como diz o outro! ) até parecer que é verdade: "Querida, é só trabalho,"! Fico boquiaberta também com a nossa atitude e disposição de aceitar isso como uma verdade absoluta. Quer dizer então que baseado nessa visão discordante, posso tocar, e ou cantar para outras pessoas dançarem, mesmo achando errado, promíscuo e pecaminoso, só porque é trabalho? Posso fazer a contabilidade de uma boca de fumo mesmo não fumando, só porque é trabalho? Posso fazer sei lá tantas outras coisas, que por algum motivo ache errado, só porque é trabalho? Ora vejam só! Mandamos os outros para o inferno, com acusações, e dedos apontados, por coisas que fazemos igual, parecido, ou até piores,  Mas com a gente...seja o que for, e como for,... é só trabalho! Me perdoem mas acho isso tudo extremamente incoerente, e embora seja eu partidária do "Cada um é responsável pelo que faz!"e do "Cada um cuida de si, proponho aos dedões estendidos e críticos, que por favor, parem de julgar os outros e cuidem do seu próprio...!!!

Comentários

Postagens mais visitadas