UM NOVO TEMPO!



Não trocou mais as telhas quebradas
Não arrancou mais as gramas que sufocavam as flores do jardim
Deixou a mais de uma semana a correspondência na caixa do correio
E nos dias que se seguiram, nem  mesmo mostrou a cara no portão.
Nunca fora escravo do dinheiro, mas levara a vida juntando uns trocados
Pensava no futuro!
A casa própria, o carro novo, mais tempo com a família.
Mas hoje no futuro ao olhar no espelho se depara com um velho rosto sulcado de rugas, olhar tristonho e sem esperança.
Tentava em vão lembrar do jovem que fora outrora
Um dos últimos condenados político, estudante agindo na primeira ala dos embates, eram jovens desejosos por  justiça e reforma.
De certa maneira fora privilegiado por viver numa época de verdadeiros protestos de renovação já!
Fora julgado por muitos um anarquista, bagunceiro,  mas era simples e tão somente um jovem lutando por seus ideais de liberdade e justiça para todos.
Formou-se, casou, criou filhos, três ao todo. Viveu sossegado, sem a turbulência do passado, mas hoje viúvo e com os filhos já criados e sem muito tempo para lhe fazer companhia, sente o peso da solidão lhe angustiar a alma.
A fraqueza o abateu de tal forma que não achava mais motivos para viver, que triste final de vida para um lutador preocupado com os problemas sociais, engajado nas fileiras dos não conformados, hoje se deixando vencer pela depressão sem sequer perceber.
Nem de longe era a sombra do homem que fora outrora.
Pensava na vida insatisfeito quando o telefone tocou, felizmente não o desligara da tomada como pensou em fazer. Atendeu sem entusiasmo, talvez fossem os filhos ou os netos quem sabe? Era dona Laura, sua vizinha da frente que sabendo-o sozinho, e já não o via a mais de uma semana, então ela e o marido resolveram ligar . Ambos sentiram um forte desejo de orar por ele e queriam fazer uma visita, e resolveram ligar antes,  queriam lhe falar de Jesus, do seu grande e imenso amor , do amigo que nunca nos deixa só. Dizer que nele há fartura de alegria. Que aceitar a Cristo é também uma luta, só que espiritual ansiando liberdade e salvação para todos, e na ação do amor ao próximo é também uma questão social, só que o nosso líder é infinitamente maior, mais bondoso, justo e nunca, mais nunca mesmo, nos deixará só e desamparado. Só seria necessário seguir os cinco passos: Crer, aceitar seguir, aprender e compartilhar.
Ele nem sequer fez perguntas. Então dona Laura indagou se poderiam conversar pessoalmente, murmurou que sim e logo depois abria a porta para o casal de vizinhos entrar, e junto com eles a mensagem de salvação. O primeiro passo fora dado, a caminhada seria longa, mas é sempre o primeiro passo que te põe a caminho!!!

Di Vieira

Comentários

  1. Para falar do amor de Deus e da salvação que Cristo para nós conquistou e gratuitamente nos concede, um ouvinte ou milhões deles têm o mesmo valor. Cada alma que se põe a caminho é festejada com muito amor pelo Pai!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

PENSAMENTOS E OPINIÕES SÃO BEM VINDOS!

Postagens mais visitadas